Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: “Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

Criar crianças otimistas deveria ser uma das maiores prioridades dos pais. O que é engraçado já que a maioria das pessoas acha que o otimismo algo bobo ou uma característica de pessoas ingênuas. Eu sinceramente nunca dei muito valor para o fato de ser otimista. Porém, a vida me provou que a conversa é outra.

“Um pessimista vê a dificuldade em toda oportunidade; um otimista vê a oportunidade em toda a dificuldade” – Winston Churchill

Porque o otimismo vale a pena?

Quando você encontra uma pessoa otimista você se alegra. Para ela não existe problema sem solução e nada está perdido. Pessoas pessimistas não param. Para elas tudo tem solução elas persistem e perseveram, ambas características do sucesso. Parece besteira, mas no convívio e na vida, isso faz uma grande diferença.

Tenho certeza que no trabalho um chefe favorece sempre uma pessoa que sempre vê uma nova saída para os problemas ou pelo menos vai atrás do que uma pessoa que é derrotista. Em casa, um marido ou esposa que acha que todos os problemas com as crianças é o fim do mundo se torna uma pessoa cansativa.

Ser otimista não é ser bobo e acreditar no mágico. Mas, sim, acreditar que tudo tem solução e que você é sempre capaz de encontrá-la. Quando você pensa assim, nada está fora do seu alcance. 

Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: "Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

O otimismo é relacionado com:

  • Prevenção de doenças crônicas
  • Sistema imunológico mais forte
  • Uma recuperação mais rápida de noticias ruins
  • A gratidão que por sua vez leva a felicidade
  • Menos estresse
  • Mais apoio social
  • Menor risco de depressão
  • Mais felicidade

Como criar crianças otimistas?

Pare de reclamar

Eu já disse isso aqui uma vez e preciso dizer novamente. Nossos filho nos usam de referência para descobrir quem e como eles querem ser no futuro. Se você é uma pessoa que não vê solução para nada e que reclama de tudo que está a sua volta, sem olhar a parte boa da vida. Seu filho vai achar que esse é o correto e irá seguir isso.

Portanto, pare você com suas atitudes derrotistas e com as suas reclamações para criar crianças otimistas. Ainda dá tempo de ser uma pessoa otimista e mais feliz. É só você querer e ser persistente. O seu futuro e o do seu filho agradecem.

Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: "Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

Mostre que ele é capaz

Meu filho tem mania de dizer que não consegue fazer alguma coisa e fica irritado. Para mostrar o quanto ele é capaz de fazer dê a oportunidade para ele fazer as coisas. Nós como mães corujas temos mania de querer fazer tudo para os pequenos. Mas eles são muito mais capazes do que imaginamos. E o sentimento de conquista e vitória cria crianças otimistas.

O Thomas me surpreende todos os dias. Ontem mesmo, aconteceu o exemplo perfeito. Fomos ao parquinho e tinha uma rampa com uns canos na beirada de cima. Era para as crianças subirem como amam fazer nos escorregadores sabe? Subir pela rampa.

Eu como mãe super protectora que eu sou, quase proibi o Thomas de ir. Mas quando o vi tirando a meia e o tênis na maior tranquilidade. Resolvi esperar e ver. Não é que ele subiu a rampa tranquilamente. Não só fez isso como subiu no trepa trepa sozinho. e hoje já faz muito mais: coloca água no seu copo, pede as coisas, paga, anda sem a mãe pelo clube e não se perde, faz granola com frutas de café da manhã sozinho, se veste, toma banho, troca de roupa e escova o dente. Tudo sem a minha ajuda…

Seu filho é capaz. É só você dar a chance, ensinar uma vez e ter paciência pra esperá-lo conseguir.

Mostre que os problemas são resolvido por partes

Essa é uma lição que aprendi no INSPER. Nunca vou esquecer meu primeiro dia de aula. Entrou uma pessoa que eu hoje nem lembro o rosto e escreveu um problema GIGANTE. Era uma equação “cabeludíssima” e que ocupava 3 lousas e disse: “5 minutos para resolver”

Nesse momento a classe inteira começa a protestar. Claro!

É nessa hora que o professor diz: “Parem de reclamar e comecem a pensar. Essa equação é uma conta ridícula escrita de uma forma assustadora. Esse problema como todos os outros só precisa ser resolvidos em partes”- ao mesmo tempo que dividia a equação em partes menores e simples de serem resolvidas.

Essa primeira aula, me acompanha até hoje. Nada é impossível, você só precisa ir por partes.

Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: "Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

Demonstre empatia

Escute a dificuldade que seu pequeno está tendo. A maioria de nós tem pressa ou não tem tempo de escutar os problemas ou dificuldades deles. Isso porque costumam ser bobos ou pequenos para nós. O que precisamos lembrar sempre é que esse nem sempre foi o caso. Há anos atrás esse problemas eram os nossos e pareciam ser assustadores. Então dê valor e escute. Assim eles irão sempre contar com você e você terá crianças otimistas dentro de casa que enxergam solução para as coisas.

Não ignore o ruim, mas foque no bom

Seu filho sai do jogo de futebol em que seu time perdeu com uma cara de fracassado e diz: “Eu não fiz nada certo”. O que você faz?

A. Fala que ele é um campeão

B. Fala que ele é um campeão e que a culpa foi do juiz ou do time

C. Mostra para ele seus erros e aponta seus acertos

A resposta obvia é o C, mas a maioria de nós faz o A ou o B. Não porque não sabemos o correto mas porque seu filho está triste e você quer (ou melhor, precisa) fazer com que ele se sinta bem. Resista a esse impulso. Elogios falsos não ajudam sem pequeno em nada e Não criam crianças otimistas. Ao invés disso motive-o a ver seus fortes. Perguntando:

A. O que você fez que foi bom no jogo?

B. O que você pode fazer para ir melhor na próxima partida?

C. O que você aconselharia seu amigo se ele estivesse no seu lugar?

E trabalhe com ele. Mostre que com trabalho ele pode melhorar, ajude-o a buscar os pontos fracos do time e as soluções. Vá falar com o treinador e motivem o time todo. Faça com que eles encontrem a solução e sejam crianças otimistas.

 

Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: "Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

Atenção as palavras absolutas

  • “Eu não sei fazer nada”
  • “Eu nunca acerto”
  • “Não adianta. Eu sempre erro”

Essas palavras absolutas são muito definitivas. Ninguém NUNCA consegue. Ninguém noa sabe de NADA e nada SEMPRE da errado. Não deixe que seu filho fale assim com ele nem com ninguém. Corrija-o. É uma diferença na forma de pensar crucial para ter crianças otimistas.

Use a imaginação

O que você quer ser? O que você quer conquistar? Onde você quer chegar? Motive seu filho a pensar nessas perguntas e não limite-o a realidade. Nessa idade não importa o que é ou não possível. O que importa é a perspectiva de conseguir e o poder que existe em ele achar que é capaz de fazer qualquer coisa.

Sempre que seus filhos articulam ou dão vida aos seus sonhos eles estão praticando serem crianças otimistas.

Criar crianças otimistas deveria ser uma das prioridades dos pais hoje em dia. Isso porque esse pode ser um dos caminhos mais claros para a felicidade e o objetivo de todos os pais hoje: "Só quero que meu filho seja feliz”. Veja no post o porquê e como fazer:

Faça um diário do bem

Crianças mais velhas conseguem escrever, as mais novas podem contar na mesa do jantar ou antes de dormir. Você está feliz? O que foi bom hoje no seu dia? O que você fez de bom hoje? O que deixou você feliz? Porque você está feliz? Quem ou o que você pode agradecer por isso? O que o fez sorrir hoje?

Reconhecer a felicidade e a gratidão são coisas que nós aprendemos. É algo que requer pratica assim como controlar a raiva. Nós e nossos sentimentos são algo que vamos conhecendo com o tempo. Por isso ajude e ensine seu filho a reconhecer o que é a felicidade e o que o faz feliz.

Passamos a vida atrás da felicidade e muitos de nos não conseguimos nem reconhece-la quando a encontramos. Só vamos a trás de mais e mais. Sei bem que essa frase parece coisa de livro de autoajuda. Mas é verdade…

Eu não me lembro de ninguém jamais me descrevendo o que é ser feliz, ou como reconhecer isso. Mas consigo descrever certinho: a tristeza, a raiva, a ansiedade…

Inscreva-se já no Canal

Eu termino o post de hoje feliz. Afinal, me dou por satisfeita. Pois acho que consegui passar a ideia do porquê o otimismo é importante e como estimular seus filhos a serem crianças otimistas.

Você acha que é otimista ou não? Você vive reclamando ou não? Você se preocupa com isso? Comente aqui embaixo.

Beijos e até a próxima.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

e