Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

Quando você está amamentando você passa o que come para seu filho. Por isso, a sua dieta requer cuidados para evitar a cólica no bebê e outras consequências. Veja aqui que alimentos você deve evitar durante a amamentação.

A cólica no bebê é uma das grandes dificuldades em cuidar de recém nascidos. É difícil de identificar e pode causar noites de dor para seu bebê e cansaço para você. Existem alimentos que podem piorar essa fase e causar mais cólica no bebê se você os ingerir enquanto amamenta.

Veja todas as sintomas de que alguma coisa que você come não está caindo bem para o seu filho:

  • Agitação
  • Cólica no bebê
  • Refluxo
  • Intestino preso ou diarreia
  • Gases
  • Assadura
  • Nariz escorrendo
  • Eczema

#Fica a Dica: Se alguma coisa que você comeu causou algum dos sintomas acima no seu bebê, provavelmente foi algo que você ingeriu de 2 a 6 horas antes de amamentar.

Caso seu bebê apresente um desses sintomas os culpados provavelmente estão na lista abaixo:

Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

1.Pimenta do Reino

Eu resolvi começar com a pimenta do reino, porque esse eu aprendi com a experiência. Sempre coloquei um pouco de pimenta do reino na comida, então enquanto estava amamentando, não foi diferente. Foi aí que aprendi que a pimenta do reino e outras pimentas podem causar assaduras nas crianças. Mas fiquem longe dele tipo de alimento enquanto você estiver amamentando, já que além de assaduras – que foi a minha experiência aqui- as pimentas, podem causar: Diarreia, gases e cólica no bebê.

2.Peixe

Peixes são ótimas fontes de proteína e ômega 3. Porém, alguns deles tem muito mercúrio então, não exagere. Siga as mesmas orientações de consumo desse alimento que você seguia durante a gravidez. Aqui um link com todos os peixes e as quantidades saudáveis de consumo durante a gravidez e durante a amamentação.

Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

3.Sálvia, salsinha e hortelã

Essas ervas são conhecidas por diminuir a quantidade de leite da mãe. Portanto, evite-as enquanto você estiver querendo amamentar.

4.Café

Sei bem o quanto é difícil ficar sem consumir café, ainda mais nessa fase. Então,  sou a favor de consumir de uma a duas xícaras por dia, logo depois de amamentar. Assim seu corpo tem tempo de metabolizar um pouco a cafeína. Pode demorar até oito horas para que seu corpo elimine a cafeína completamente. O café passa para o leite e pode deixar seu bebê mais inquieto e com dificuldade de adormecer. Portanto, evite ao máximo qualquer alimento ou bebida com cafeína, como refrigerante e café, para ter noites mais tranquilas.

5.Chocolate

Da mesma forma que o café, o chocolate, contém cafeína, principalmente os mais amargos. Por isso evite consumi-lo em grande quantidade. A dica é ficar de olho no comportamento do seu filho, se você perceber que ele está mais inquieto talvez seja hora de diminuir o seu consumo. O chocolate também pode ter um efeito laxativo nas crianças. Mesmo porque, quanto menos chocolate você consumir, mais fácil você voltará para o seu peso antes da gravidez, não é mesmo?

Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

6.Leite e seus derivados

Na maior parte das vezes a cólica no bebê, eczema, falta de sono ou irritações na pele o culpado são causadas pelo consumo de leite e seus derivados. Seu filho pode ter algum tipo de sensibilidade como alergia a lactose e você ainda não saber. Por isso, a ideia é ficar de olho e cortar o consumo caso você observe algum tipo de reação nele. Uma boa dica nesse caso é ir pelo processo de eliminação. Para você ter certeza que não é o leite e seus derivados que estão causando problemas para o seu bebê, você precisa ficar pelo menos algumas semanas sem consumir esse tipo de alimento.

7.Amendoim, ovos e nozes

Amendoim é um dos alimentos que mais causa alergias. Por isso, é indicado evitá-lo durante a amamentação já que você não sabe se seu filho pode ter algum tipo de sensibilidade a ele ou não. Isso é indicado principalmente, para famílias com histórico de alergia a esse alimento. O mesmo vale para ovos e nozes. Atenção! Se seu bebê tiver alergia ela pode se manifestar em forma de cólica no bebê ou como qualquer sintoma descrito no começo do post, então fique atenta!

8.Feijão, couve e brócolis

Esses três alimentos são conhecidos por gerarem muitos gases no nosso organismo. O que pode causar gases e cólica no bebê. Portanto, para evitar noites longas e sofridas por causa da cólica evite comer alimentos que produzam gases como esses.

Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

9.Chá

Chás como earl grey, chá mate, chai e chá preto tem muita cafeína então pelo menos motivo do café procure evitá-los.

10. Bebidas alcoólicas

Enquanto você amamenta o ideal é não ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica. Porém, se houver uma ocasião especial saiba que 150 mls de vinho demoram em torno de 3 horas para sair do sangue. Se sair do seu sangue saiu do seu leite.

#Fica a Dica: Tirar o leite NÃO acelera a eliminação do álcool. Enquanto houver álcool no seu sangue ele estará presente no leite. 

Como aliviar a cólica no bebê com mudanças na sua alimentação 

11. Frutas cítricas

O sistema gastro intestinal do seu bebê, não está completamente maduro, por isso a acidez das frutas cítricas podem irritar-lo. Essa irritação, pode causar refluxo, inquietação, assadura e cólica no bebê.

12. Alho

O alho não causa cólica no bebê mas pode causar recusa do leite. Da mesma forma que você fica com bafo, o alho pode alterar o gosto do leite. Por isso, evite esse tempero em abundância.

Existem também o trigo que se houver histórico na sua família de intolerância ao glúten é bom você começar sem ingerir nada com farinha e ir introduzindo aos poucos. Assim fica fácil de você perceber o que pode estar afetando seu filho.

Nunca se esqueça de sempre sempre consultar seu pediatra quando em dúvida.

Espero que vocês tenham gostado do post e que ele evite que vocês passem pelo perrengue que eu passei com o Thomas com a pimenta do reino.

Beijos e até a próxima.

Compartilhe:
2017-05-26T12:24:09+00:00 maio 26th, 2017|Alimentação|

3 Comentários

  1. michelly neves silva 27/05/2017 at 07:24 - Reply

    E o refrigerante?

    • Bianca Arcangeli 30/05/2017 at 16:29

      O refrigerante também é bom evitar por causa do gás e da cafeína. Fora que é um bebeida açucarada que não traz nutrientes nenhum para você beijos

  2. Juliana 27/05/2017 at 03:19 - Reply

    Super interessante. Aprendi muito, percebi o quanto estava errando.

Deixe seu comentário!

Já segue o nosso canal?

X Inscreva-se na news E fique por dentro das novidades!