Ser Mãe é Descobrir Que Seu Filho é Incrível 

Ser mãe é cuidar, proteger e amar. Porém, todos esses cuidados que temos com nossos filhos pode evitar que eles dêem saltos no seu desenvolvimento. Veja como fazer para estimular seus pequenos a ser incrível!

Ser mãe é ter a mania de achar e as crianças são muito pequenas para isso ou aquilo. Elas não estão prontas, são bebês ainda… Porém, não é bem assim. Sempre fui daquelas mães que tratavam o filho com aquela vozinha fofa (até hoje faço isso tá, não me aguento!). Mas, aos poucos fui percebendo que quanto mais eu tratava meu filho como adulto, dando responsabilidade e coisas para fazer, mais ele aprendia e mais ele tinha sucesso.

Vou explicar melhor. Sempre tirei o tênis do Thomas quando ele chegava em casa, afinal ser mãe é isso, não é? Porém, um belo dia estava regulando a água do chuveiro e ele perdeu a paciência. Eis que ele tira seu tênis, sua roupa e ainda joga no cesto de roupas suja. Veja, ele tinha dois anos na primeira vez que fez isso, nunca imaginei que ele fosse capaz disso, ainda mais, com essa facilidade toda.

Ser mãe é ser surpreendida com a capacidade que nosso filhos têm! A cada dia eles se desenvolvem e aprendem mais, mesmo sem que a gente perceba. – Bianca Arcangeli

ser mãe é

Agora vi que meu filho me pede as coisas porque gosta da atenção e não porque precisa da minha ajuda. Atualmente, isso se tornou tão descarado que ele está me dando aulas de como jogar a bola, explicando o que quer para jantar e cinco minutos depois aponta para uma carrinho e fala que nem bebê: “Mamãe carrinho”… tudo para fazer um charme…é mole?

Como Deixar Ele Se Desenvolver

Novamente, mamães eu não sou psiquiatra ou pedagoga, porém como fico muito atenta ao Thomas percebi que ao deixar ele mais solto, ele se desenvolve mais. Ser mãe é se preocupar. Mas a minha constante atenção e cautela com tudo, imaginado tudo que poderia dar errado e como protegê-lo antes de que algo ocorra, me dá a impressão de limitá-lo.

Um ambiente em que isso é fácil de notar é na escola. Uma criança que vai a escola desde cedo é bem diferente de uma que não vai. Não porque é menor ou pior, mas o nível de interação e desenvoltura chega a ser tátil. Isso porque na escola ninguém fica 100% do tempo em cima da criança, mesmo que seja a melhor escola do mundo. Lá seu filho precisa realizar tarefas, cuidar das suas coisas e sociabilizar com os amigos. É inexplicável o quanto isso ajuda no seu desenvolvimento e o quão saudável isso é.

Uma outra situação onde eu literalmente acompanhei essa evolução do Thomas, acontecendo na minha frente, foi durante as férias. Fomos para um sitio onde haviam várias crianças e depois dele me expulsar, saí um pouco de cima dele e só fiquei observando de longe. Foi ai que vi a sua transformação do bebê que eu convivo, para um menino. “Longe” de mim, ele parece ter dez anos e não três. Claro, que nós todas sabemos que as crianças mudam quando estão longe das mães, porém, aquilo foi incrível ver o quanto meu filho era capaz de realizar sozinho. Então, dia após dia deixei ele brincar com cada vez mais liberdade. O resultado foi que ele curtiu muito! Caiu, se ralou, ficou cheio de roxos de tanto brincar, mas chegava a noite super feliz e doido para me contar do seu dia! Claro, que eu estava de longe sempre de olho, mas essas experiências dele de liberdade foram maravilhosas para ele, que hoje é mais menino do que bebê.

ser mãe é

Como Estimular esse Desenvolvimento

Claro que temos que respeitar a idade das crianças. Mas a ideia, é simplesmente ir testando passo a passo. Você vai perceber que a cada dia e a cada ensinamento seu filho será capaz de mais. Ser mãe é acreditar! Então, acredite em seu filho. Acredite que ele vai conseguir realizar feitos que irão impressioná-la.

Alguns exemplos de situações que podem estimular estes momentos mágicos são:

  • Ajudar na cozinha, em uma receita de bolo por exemplo;
  • Ir ao cinema, se você nunca levá-lo ele nunca irá aprender a ficar parado assistindo;
  • Deixar que ele vá ao banheiro sozinho em casa;
  • Pedir para que ele busque itens específicos;
  • Peça ajuda dele no supermercado
  • Fale como adulto com ele;
  • Deixe que ele se sirva de água ou bolacha;
  • Peça para que ele guarde e organize seus brinquedos;
  • Peça ajuda para colocar a mesa.

Estas são algumas das situações que irão ajudá-la a ver seu desenvolvimento e sua independência. Vou dar um exemplo, que aconteceu aqui em casa. O Thomas queria água e eu estava na cozinha meio atrapalhada. Eis que ele diz: “Pode deixar mamãe eu pego, faz meu papa”. Ele sobe na cadeira, pega o copo dele, vai no filtro, aperta o botão para encher o copo até a metade, toma e coloca o copo na pia como se nada fosse. Eu até queimei o “papa” de tão “besta”que fiquei…

Ser mãe é babar no seu filho, mas essas atitudes banais para um adulto, são coisas que a maioria de nós mães achamos que só uma criança mais velha seria capaz.

O post de hoje é para isso! Para mostrar que ser mãe é estar disposta a ensinar e a incentivar  nossos filhos a serem incríveis e porque eles já são muito mais capazes do que imaginamos. Nós só precisamos dar espaço e a chance deles darem vazão a essa capacidade toda.

ser mãe é

Por que dar essa Independência?

Ele pode sim ser mais independente, pode sim comer sozinho, pode sim sentar no cinema e ver um filme inteiro, basta você ensiná-lo, ter paciência e dar a oportunidade. Pare de fazer tudo para ele, deixe que seu bebê se desenvolva. Um dia ele vai crescer e vai precisar se virar sozinho.

Ser mãe é querer que nossos filhos fiquem para sempre desse jeitinho dependente e fofo deles, onde somos o centro do mundo e a única coisa que importa. Mas é egoísmo nosso!

Sei que este raciocino parece lógico demais e frio até. Mas esse suporte para que eles sejam um indivíduo completo e donos deles mesmos é quase impossível de uma mãe fazer. É um ato de amor mais difícil do que ficar em cima deles todos os segundos. Temos que lidar com o medo, temos que segurar o impulso de fazer tudo para eles e, para piorar, ainda temos que lidar com o sentimento: “Meu bebê está crescendo…snif”. É ser mãe é difícil…

ser mãe é

Esse é o desafio!

Este ano este vai ser meu desafio. Vejo que aqui em casa que o Thomas faz muito menos do que é capaz. Vivo em cima dele o tempo todo, a disposição para atender seu qualquer anseio. Agora vou buscar um equilíbrio, deixando ele fazer as coisas das quais é capaz e eu farei o resto. A ideia é dar a chance dele se desenvolver cada vez mais. Vou envolvê-lo mais nas tarefas do dia a dia e não simplesmente fazer. Isto, novamente é um ato de amor maior do que simplesmente fazer, já que ao envolvê-lo, a atividade vai tomar mais tempo e uma certa bagunça pode ocorrer, não é mesmo? Mas ser mãe é limpar depois e ter a paciência de esperar…

Então, a dica de hoje é: antes de tratar seu filho com bebê pense que você precisa ensinar e deixar que ele se desenvolva. Dê essa chance para ele. Ele é muito mais capaz do que você  imagina. Tenho certeza que em pouco tempo você vai estar tão impressionada e orgulhosa com o seu pequeno como eu estou com o meu.

Claro, que em nenhum momento digo para você diminuir a quantidade de carinho e amor. Aqui em casa abraços, beijos e lambidas são frequentes. Amor nunca é demais, mesmo porque ser mãe é demonstrar amor para não explodir!

Não se esqueçam de dizer o que vocês acharam do post e comentar sobre os momentos nos quais você viu o quanto seu filho é incrível. Quero muito saber de todos das experiências de vocês. Sei que nenhuma de nós estamos passando por essas surpresas da maternidade sozinha e dividir essas historias é um dos grandes orgulhos de ser mãe!

Beijos e até a próxima

Compartilhe:
2017-03-08T13:11:42+00:00 março 8th, 2017|As Mães, Educação|

1 Comentário

  1. Sabrina Pereira 20/05/2017 at 21:28 - Reply

    Meu Deus, tudo isso que li é exatamente o que penso, deixar que eles evoluam e cresçam do jeitinho deles, não querem que a gente fique em cima deles o tempo todo. Melhor matéria impossível. Abraços Sabrina mãe do João Vitor de 2anos e 10meses.

Deixe seu comentário!

Já segue o nosso canal?

X Inscreva-se na news E fique por dentro das novidades!