Descubra Porque as Crianças Gritam?

As crianças gritam para pedir qualquer coisa, enquanto brincam, enquanto choram, quando estão felizes e até mesmo por motivo algum. Dá-lhe ouvido. Todo dia parece ser uma sinfonia interminável. Já tá mais do que na hora de entender o por quê!

Porque as crianças gritam tanto? Meu Deus! Qual a necessidade? Aqui em casa sempre que o Thomas pede alguma coisa, ele primeiro pede berrando. Afinal, porque berrar comigo? O que foi que eu fiz? Qual a necessidade do escândalo que eles fazem,só para brincar de correr? Ou quando estão comendo?

Em torno dos 17 meses, quando a mania de jogar coisas começa a diminuir,  começa a sinfonia de berros sem fim… O que pode deixar a mãe sem saber o que fazer e como consequência, causa muitas cenas vergonhosas em lugares públicos.

Por que meu D-E-U-S?

Eu sempre achei que quando entendemos alguma coisa, fica muito mais fácil de lidar com isso ou até ter a paciência para que essa fase, em que as crianças gritam tanto, passe. Por isso, fui pesquisar os motivos para esclarecer a minha curiosidade e a de vocês.

crianças gritam

Os Motivos: 

É uma Descoberta

Quando o bebê começa a gritar e perceber que sua voz tem vários níveis, essa é mais uma descoberta. Mais uma coisa nova sobre eles. Mais uma aptidão com a qual eles podem experimentar e se divertir. Aliás, quem disse que gritar não é divertido?

Falta de Controle 

As crianças nessa fase ainda não sabem controlar seu tom de voz e portanto muitas vezes gritam sem querer. Eis a paciência que precisamos ter. Ninguém nasce sabendo fazer nada. Isso inclui controlar o tom de voz.

Para Chamar a Atenção

É um aprendizado natural e simples: “Quando eu berro a mamãe olha! Ou seja, vou berrar, para ela me ouvir. ”

O importante aqui e ensiná-lo de que não é necessário berrar para ser ouvido e que existem outras formas mais eficientes, para que você o escute.

Uma vez li que as mães estão ensinando as crianças a tocarem em seu pulso, quando querem sua atenção. Parece algo impossível de ensinar. Mas aos poucos, acredito que todas nós chegaremos lá.

O primeiro passo é acreditar que seu filho consegue sim, aprender isso. Depois você precisa  ensinar a forma correta deles chamem a sua atenção. Nesse caso é tocado no pulso. Por fim, é só fazer a regra valer.

Clique na Vitrine Abaixo e Compre Itens Fofos Para Sua Bebê!

[Looklink – Widget Vitrine #30505 – BEGIN …

Vestido Toca Do Coelho Casual Cinza - Toca Do Coelho
Saída Maternidade Toca Do Coelho Rosa - Toca Do Coelho
Vestido Toca Do Coelho Casual Rosa - Toca Do Coelho
Kit 2 Nichos Retangular Decorativo Bp 134 Lymdecor Branco - Lymdecor
Vestido Toca Do Coelho Casual Azul - Toca Do Coelho
Body Toca Do Coelho Home Wear Rosa - Toca Do Coelho
Vestido Toca Do Coelho Casual Estampa Azul - Toca Do Coelho
Kit Berço Baby 09 Peças Com Mosquiteiro (Padrão Americano) Giz De Cor Rosa - Giz De Cor
Body Toca Do Coelho Home Wear Oncinha - Toca Do Coelho
Saia Toca Do Coelho Casual Rosa - Toca Do Coelho
Casaqueto Toca Do Coelho Casual Vinho - Toca Do Coelho
Camisa Toca Do Coelho Casual Branco - Toca Do Coelho
Saia Toca Do Coelho Casual Vinho - Toca Do Coelho
Vestido Toca Do Coelho Casual Rosa - Toca Do Coelho
Calça Toca Do Coelho Casual Rosa - Toca Do Coelho
Vestido Toca Do Coelho Casual Rosa - Toca Do Coelho
Jaqueta Toca Do Coelho Casual Marinho - Toca Do Coelho
Calça Toca Do Coelho Casual Jeans - Toca Do Coelho
Conjunto Rosa Brinco E Colar Com Pingente Renata Coelho - Renata Coelho
Body Com Saia Coelho Minilab Branco - Minilab

… END]

Ok, essa é a parte mais difícil, eu sei. O importante é “bancar” a sua decisão, e não atendê-lo quando gritar. Por isso, só comece uma empreitada como essa, quando estiver disposta. Seu filho é inteligente e em pouco tempo ele perceberá que berrar, não está dando mais certo e fará da forma correta.

Inclusive saber não interromper é um marco de educação pra mim. Afinal, é algo que poucos adultos respeitam. Incontáveis ás vezes que me interromperam ao telefone ou durante uma conversa, com se nada fosse. Não deixe seu filho crescer assim…

Não Conseguem Conter suas Emoções

Nosso filhos nessa idade ainda não sabem identificar e muito menos controlar suas emoções. Inclusive, muitos adultos também não sabem fazer isso. Então, quando estão felizes, excitados e animados o grito é o ato que melhor transmite suas emoções. Da forma que o cérebro das crianças funciona, um grito vale mais que mil palavras. O mesmo vale para irritação, braveza, ou impaciência. É a melhor forma que eles encontram de se expressar.

Essa falta de auto controle aliada ao fato das crianças não se preocuparem com que os outros pensam. Faz com que eles liberem os berros, sem pensar duas vezes.

O importante é você saber que essa fase também vai passar!

crianças gritam

Até lá, juntei algumas dicas para ajudar nesses momentos de gritaria:

As Soluções:

Controle o Volume da sua Casa

Novamente, o exemplo entra em jogo. Se a mãe e o pai gritam, as crianças gritam. TV alta, som alto e casa barulhenta, só incentiva que seu filho berre. Lembre-se: o que seu filho vê, ele imita.

Altere a Forma com que ele se Expressa

Quando ele começar a berrar, mostre outra forma dele expressar seus sentimentos. Com uma música, ou imitando animais. O barulho vai continuar, mas é melhor que os berros, não é mesmo?

Sussurre

Quando seu filho começar a gritar, uma boa solução para que ele pare é olhá-lo nos olhos e responder sussurrando. Isso vai chamar a atenção dele e, com sorte, fará com que ele pare de gritar para escutá-la.

Ensine o Conceito de Voz Interna e Voz Externa

Uma forma de evitar que as crianças gritem nas horas erradas é permitir que elas gritem nos momentos adequados. Algumas sugestões desses momentos são:

  • No parquinho
  • Do lado de fora
  • Em algum lugar com música alta.
  • No parque
  • No Buffet Infantil
  • Numa festa

crianças gritam

A ideia é que ele grite o quanto quiser, para depois não ter a necessidade e a curiosidade, dentro de um restaurante, por exemplo. O bom é que você acaba não proibindo e sim, liberando em lugares adequados. Por isso, existe a voz interna para: dentro de casa, do restaurante, do shopping e a voz externa para fora de casa.

Depois que seu filho entender esse conceito, sua vida ficará muito mais fácil. Por exemplo: seu filho começa a gritar no restaurante, lembre-o que no restaurante ele precisa usar a sua voz interna. Se não der certo, primeiro acalme-se e saiba que toda mãe passa por isso. Levante com tranquilidade e leve-o para fora. Diga algo como: “Pronto”! Aqui você pode berrar quanto quiser. Quando você acabar, a gente volta para dentro. A mamãe espera. Só que quando voltarmos você não pode mais gritar. Me avise quando estiver pronto”

Eu sei que você vai passar por doida e muita gente vai olhar para você. Mas tudo bem, ser mãe vale a pena. Na verdade todas as mulheres passam por isso. Aliás, eu acho que toda mãe quando assistir a uma situação dessa, deveria sorrir e encorajar a outra.

Olhar feio, não faz bem para nenhuma de nós e dizer que isso não acontece com você é simplesmente mentira. Então, dê um sorriso para outra mãe em uma situação difícil. Cada vez que uma de nós fizer isso o mundo se tornará menos duro.

Um ótimo resto de semana e não se esqueçam de comentar aqui embaixo o que vocês acharam do post. Leio todos os comentários sem exceção.

Beijos e até a próxima

Compartilhe:
2016-11-03T11:02:51+00:00 novembro 3rd, 2016|Curiosidades|

O que você acha? Deixe seu comentário!

Já segue o nosso canal?

X Inscreva-se na news E fique por dentro das novidades!