Os Picos de Desenvolvimento – O quanto interferem no sono?

Geralmente os bebês dormem bem nos 2 ou 3 primeiros meses de vida. Ficam acordados por períodos curtos (para alimentação e higiene) e passam grande parte das 24 horas do dia dormindo. Apesar de não esticarem as horas de sono, muitos conseguem dormir por 4 ou mesmo 5 horas seguidas de madrugada e mamam a cada duas horas e meia ou três horas durante o dia.

amazed_baby

Entretanto os primeiros meses de vida da criança são marcados por grandes mudanças neurológicas e físicas necessárias para que a criança sobreviva além de ser uma fase de aprendizado constante. Algumas destas mudanças e aprendizagens são tão marcantes que alteram o sono e o apetite do bebê, os chamados impulsos de desenvolvimento. O bebê adquire uma habilidade e faz de tudo para dominar aquele aprendizado, entrando em uma atividade cerebral intensa, diminuindo muitas vezes as horas de sono e aumentando o apetite do bebê, porque o gasto de energia aumenta.

Não percam no Canal do YouTube do Mãe em dia a Massinha de Banho! Fácil e rápida de fazer, é diversão garantida para seus filhos! Clique e assista o vídeo!

Nesta hora a mãe pode confundir o aumento de fome do bebê com o enfraquecimento da produção do leite materno, então é importante entender estes períodos e, se for necessário, aumentar o número de mamadas no dia. – Michele Melão

slepping_baby_stars_blanket

Um dos saltos mais perceptíveis acontece aos 4 meses, quando os bebês aprendem a rolar, percebem melhor o mundo a sua volta e querem interagir mais com os objetos e pessoas. O bebê pode ficar mais irritado nesta fase e este é um dos saltos mais longos (pode durar de 4 a 6 semanas).

E quais são os outros principais saltos no desenvolvimento do bebê até o primeiro ano de vida?

  • 1 mês: quando a visão do bebê melhora e o ambiente passa a ser mais interessante;
  • 2 meses: o bebê passa a perceber melhor cheiros e sons;
  • 3 meses: o bebê aprende a gritar e consegue juntar as mãos
  • 6 meses: o bebê aprende a sentar sem apoio, rola com facilidade e começa a introdução alimentar;
  • 7 meses: grande desenvolvimento motor;
  • 8 meses: bebê pode começar o desenvolvimento da linguagem e aprendem a engatinhar;
  • 11 meses: o bebê já é capaz de entender o não e quer andar / pegar objetos apoiado nas coisas.

suprised_baby_pink_blanket

Durante os saltos o bebê também pode ficar mais apegado à mãe, aparentemente mais carente, precisando de mais atenção, colo e cuidados amorosos. Isso acontece porque apesar de estar feliz com a nova habilidade, o bebê pode se sentir angustiado com a nova situação.

Não existe um tempo certo para os saltos passarem, mas geralmente em 2 ou 3 semanas tudo volta à normalidade. Neste período é importante não criar associações de sono erradas como oferecer alimento de hora em hora de madrugada, levar o bebê para a cama dos pais se esta não for uma opção para o casal ou começar a ninar o bebê até dormir. Ele deve ser atendido sim, com carinho e paciência, mas da forma correta.

amazed_baby_bw

A boa notícia é que seu filho finalmente pode começar a adormecer sozinho, ou com pouca ajuda a partir dos 4 meses, e quando isso acontece, a qualidade de sono melhora muito, já que a probabilidade do bebê replicar este aprendizado de madrugada, ligando um ciclo de sono no outro, aumenta muito, mesmo quando ele passa por um pico de desenvolvimento.

Quer ver outros posts da Michele? Clique Aqui

Michele Melão

Michele Melão

Michele Melão é Consultora de Sono Infantil e Baby Planner certificada pela International Academy of Baby Planner Professionals (IABPP) e International Maternity and Parenting Institute (IMPI), na Califórnia. É mãe e sócia da Maternity Coach (http://www.maternitycoach.com.br), uma consultoria especializada em diverso

Compartilhe:
2016-08-16T12:13:18+00:00 agosto 16th, 2016|O Bebê, Sono|

O que você acha? Deixe seu comentário!

Já segue o nosso canal?

X Inscreva-se na news E fique por dentro das novidades!