Com o divórcio, tudo fica mais difícil. Afinal, nossa responsabilidade sendo mãe ou pai é de educar, mante-los sempre felizes e criar um ambiente saudável e estável para nossos filhos.

O problema é que todos nós somos seres humanos e fica difícil controlar a raiva, e todas as outras emoções que passam por nós no dia a dia.

Mesmo por que tem EX que consegue tirar qualquer um do sério… De qualquer forma, como mães, não podemos deixar nada afetar nossos filhos.

Por isso, fizemos 14 passos, bem básicos, que evitam (ou pelo menos dificultam) que nosso passado ou nossos erros prejudiquem nossos filhos:

  1. Aprenda a identificar suas emoções – Aprenda a separar as emoções das atitudes. Identifique o que você está sentindo e não reaja. Exatamente como no trabalho. Por mais brava ou magoada que você esteja, não dá para sair chorando ou berrando pelo escritório. Portanto, você se controla. A ideia aqui é a mesma. Identifique o que está sentindo e controle. Parece frio, mas é uma das melhores formas de manter a relação com o seu Ex estável e tomar decisões com o seu filho em mente.
  2. Foque no que realmente importa – O que é mais importante para você na educarão dos seus filho? É eles se sentirem amados? Que eles sempre estejam felizes? Que eles tenham paz e tranquilidade para se desenvolver e não um ambiente de brigas? Foque nisso e coloque como objetivo sempre. Assim, toda atitude que você tomar deve ser orientada para esse objetivo. Desse jeito, você consegue manter o foco, com mais facilidade.ab16b9d151e6e828_42-31578763.xxxlarge_2x
  3. Não deixe suas emoções comprometerem seus valores – As emoções são passageiras seus valores, não. Então antes de tomar atitudes que os comprometam. Lembre-se, que são esses valores que você quer passar para seus filhos, procure se acalmar e decidir qual a atitude certa a ser tomada.
  4. Entenda o que a tira do sério – Se existe uma certa dinâmica que sempre a deixa nervosa tente aprender qual e como a controlar.
  5. Dê um tempo para você mesma – Se seu ex falar alguma coisa ou fizer alguma coisa que a irrite. Não reaja! Diga que ligará para ele depois ou que precisa ir embora.
  6. Faça o melhor que pode – Entenda que ninguém é perfeito, que se você errar, não foi por mal e simplesmente aconteceu. Seja esse erro uma atitude mesquinha ou um acesso de raiva. Aceite o erro e siga em frente.o-STAY-TOGETHER-FOR-KIDS-facebook
  7. Fique triste – Em vez de colocar tudo que sente no fundo de um baú. Fique triste tudo que precisar ficar. Ou com raiva ou com o que quer que seja… A melhor coisa, é deixar seus sentimentos sairem no momento certo e de uma forma controlada. Assim, você não corre o risco dele aflorar na pior hora possível e na frente do seu filho, por exemplo. Mas no fim, de um basta e siga em frente.
  8. Ouça a opinião do seu EX – Sempre escute, por mais sem noção que seja e pense se existe alguma preocupação real com o que ele diz ? Depois decida.
  9. Apoie seu filho – Se ele estiver triste fique triste. Se ele estiver feliz e animado que vai sair com o pai fique feliz com ele. Por mais, que isso seja a última coisa que você esteja sentindo. Isso vai acabar unindo mais vocês.
  10. Respeite a relação do seu filho com o Pai ou Mãe – Não faça comentários negativos na frente do seu filho em relação ao seu Ex. Outra dica boa é não recebê-lo em casa fazendo mil perguntas de como foi a noite, fim de semana ou passeio.child caught in the middle isolated on white
  11. Comunique-se com o seu EX – A hora de deixar ou pegar seu filho com o pai não é a hora de conversar sobre nada sério ou importante. Tente manter um contato constante, como uma ligação por semana ou com a frequência necessária.
  12. Lembre-se que o conflito diminui o tempo que você tem com seus filho – Brigas são opcionais. Você pode escolher não entrar em uma. Além disso, as brigas consomem tempo e energia, álias podem até te deixar exausta. No fim você fica cansada e não passa tanto tempo com seus filho como gostaria.
  13. Finja até que seja verdade – O tempo cura tudo mas mães não podem simplesmente parar de serem mães até que estejam melhor. Por isso, pelo bem dos seus filho finja que está tudo bem, até que um dia isso se tornará a verdade.
  14. Comemore o sucesso – Divórcio, separação, abandono ou qualquer coisa assim é difícil. Então quando você consegue lidar bem com uma situação triste e complicada, comemore! Você merece dar valor para tudo que conseguiu realizar e a força que teve até ali.

A palavra de ordem desse post é controle. A ideia é se controlar tudo que puder, por que senão, você pode falar a coisa errada, tomar a decisão errada ou simplesmente perder a razão. Portanto, controle-se e separe bem as coisas. Esse é um ex que você nunca mais vai conseguir se livrar. Então, aprenda a lidar e coloque na lista de: “Obrigações que eu queria fugir, mas tenho que fazer. Então, Melhor fazer logo…”, igual comprar papel higiênico ou colocar gasolina.

A melhor coisa, é o momento em que você percebe que esqueceu e simplesmente não liga mais para esse seu Ex. Ou seja, ele perde a capacidade de atrapalhar a sua vida ou te irritar. Quando alcançamos a indiferença, tudo fica mais fácil. E saiba que esse ponto sempre chega. Enquanto isso, um dia após o outro e força!

Beijos e até amanhã

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *