Eu me considero uma pessoa bem criativa. Aliás, trabalhei a vida toda em cima da minha criatividade. Outra característica minha, é o amor pela leitura, então sempre achei que quando fosse hora de contar histórias para meu filho, eu iria ser incrível. Então: “Só que não”! #sqn

girl_bambi_book

Eu travo, não consigo pensar em nada brilhante ou em nenhuma história linda que o encante… Pior ainda, minhas mil vozes, que eu achava que conseguiria fazer, não são tão fáceis assim… Ou seja, frustração!

“Ouvir histórias, onde os personagens tem sentimentos e emoções ajuda as crianças a entenderem e simpatizarem com os sentimentos dos outros. Além disso, histórias aumentam o vocabulário, a interpretação de texto, sociabilidade e até a capacidade matemática das crianças” – Blog Mãe em Dia

Como no meu entender criança nenhuma pode ficar sem uma história na hora de dormir. Juntei algumas dicas, para ajudar a mim e a outras mães com esse tipo de ” bloqueio”.

pooh_winnie

Toda história tem uma formula básica, formada de cinco elementos:

  1. O herói
  2. O lugar onde se passa – na floresta, na fazenda, na praia, na lua, em uma galáxia muito distante, em um fero velho e etc…
  3. O tempo – era uma vez…, a mil anos atrás, no futuro, quando a mamãe era pequena e etc…
  4. O gancho da narrativa – um vilão, uma situação difícil ou algum obstáculo
  5. Um final feliz com moral (de preferência…)

Seguem algumas ideias para ajudar você a se inspirar e pelo menos a começar:

mother_telling_stories_florest_with_imagination

Alinhe a história com um interesse. Toda criança tem um brinquedo favorito ou um assunto que lhe chame mais atenção. Por isso, uma história com o principal interesse do seu filho ou filha é sucesso garantido. E não se preocupe em não variar o assunto. Mesmo sendo a milionésima história de princesa, sua filha vai continuar amando certeza!

Mantenha a história simple e curta. A história para crianças pequenas não precisa ser longa e complexa do tipo “LOST”. Mesmo por que, as crianças pequenas não conseguem ficar prestando atenção em alguma coisa por muito tempo. Por isso, facilite, é mantenha a estrutura básica: Problema, problema fica pior e tudo se resolve com um final feliz…

Conte os clássicos infantis. Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, Bela Adormecida, Pedro e o Lobo e etc… Se você gostava dessas histórias, certeza que seu filho também vai gostar. Além do que, elas só são velhas para você, para o seu bebê é tudo novidade!

brother_and_sister_magic_book

Dê moral para a história. Aproveite a hora da história, para lidar com algum problema de comportamento, que você esteja enfrentando com o seu filho. Por exemplo: se ele não quer dividir os brinquedos, conte uma história em que o personagem principal não quer dividir nada, mas no fim divide e todos acabam felizes por causa disso. Claro, sempre termine com um final feliz e com a lição aprendida.

Crie as histórias em conjunto. Você não precisa ser a única a contar a história. Você e seu filho podem muito bem dividir essa missão. E juntos seguir com a história. Comece você e pergunte para ele o que acontece depois e assim por diante, até o: ‘”e eles viveram felizes para sempre”

Use a sua história. As crianças adoram escutar de como eram seus pais quando pequenos. Então, peque algum acontecimento da sua infância e aproveite!

Use a mitologia. Seu filho pode conhecer os “3 porquinhos” mas com certeza não conhece a história de Narciso: o Deus que era tão vaidoso, que se apaixonou pela própria imagem. Só não se esqueça de dar uma filtrada, já que algumas histórias da mitologia podem ser um pouco pesada e sangrentas. Aproveitem também, o nosso folclore que é muito rico em lendas e fábulas.

mother_daugther_reading_with_flashligth
Use desenhos como inspiração.
Veja o que seu filho desenhou e peça para que ele explique o que está acontecendo naquele desenho. Comece a história a partir dai. Seu filho ficará encantado ao dar vida aos seus desenhos.

Use um truque de improviso. Peça para seu filho três elementos para a sua história. Um nome, um lugar e um vilão, por exemplo, e monte a sua história com o que ele lhe deu..

Use seu bebê como herói. As crianças são bastante focadas… Bom, nelas mesmas… Então, usá-las como heróis ou heroínas na história, é sucesso certo! Então que tal, mandar seu filho para lua em um foguete ou sua filha para um castelo flutuante cheio de mágia.

mother_telling_stories_toddlersNo fim, se tudo falhar, sempre existem os livros infantis. Eu tento fazer sempre algumas vozes para deixar a história mais engraçada. O duro é sempre lembrar da voz usada e conseguir fazer igual. Por isso, me atenho a quatro, no máximo.

  • Uma aguda, de menina
  • Uma grossa, de um lobo ou vilão do livro
  • Uma com algum sotaque, se houver mais um personagem, geralmente uso essa para personagens mais velhos ou algum sapo de óculos, coruja, ou coelho sábio
  • A minha, para realizar a narrativa

Mais do que isso eu já começo a me enrolar rsrsrs…

Bom, agora você tem todo o meu repertório de contadora de histórias. Abaixo alguns livros que eu adoro para crianças de 2 a 4 anos.

Beijos, boa história e um fim de semana maravilhoso para vocês 🙂

Fonte: Real Simple e Parenting.com

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *