Os tempos mudaram e cada vez mais existem modelos de família diferentes do tradicional. A minha própria está inclusa nessa lista, já que nunca me casei com o pai do meu filho e já namoro a 1 ano e meio, com um homem que é um padrasto melhor do que muito homem por aí.

modern_family

Na minha opinião isso é ótimo, as pessoas tem liberdade e não ficam presas em relacionamentos que as fazem infelizes. O importante, é nunca esquecer que relacionamento é trabalho duro. Afinal, ninguém nunca teve um relacionamento sem brigas ou problemas que devem ser trabalhados no dia-a-dia. Por mais feliz e apaixonado que seja o casal, a convivência é algo difícil. Ainda mais, no mundo moderno onde ninguém é obrigado a “abaixar a cabeça” para ninguém e estamos cada vez mais egoístas e individualistas.

Veja também: 4 Sinais De Que Seu Namorado Pode Estar Evitando Seu Filho

casamento_misturando

Ao adicionar uma criança, a situação complica mais ainda. Afinal, a prioridade sempre serão eles. Por isso, ser padrasto ou madrasta é algo que requer paciência.

Pessoas que escolhem esse papel de “Boasdratas” ou Bonsdrastos” são pessoas especiais, afinal ter paciência, carinho e amor de pai e mãe, sem ser, não é para qualquer um. – Bi Arcangeli

Então, para facilitar a vida dessas pessoas especiais, separamos oito conselhos:

familia_grande

1)O Primeiro ano é o mais difícil, com o tempo tudo vai ficar mais “fácil”

No primeiro ano, tudo é novo. O tempo (principalmente da mãe) é escasso e todo mundo quer atenção ao mesmo tempo. Com a convivência, todos vão se adaptando e aprendendo a ceder. O que importa aqui, é uma dose bem grande de paciência e nunca perder de vista o por que você está fazendo tudo aquilo.

familia_andando_de_costas

2)Você precisa SEMPRE colocar as crianças em primeiro lugar 

O Padrasto ou Madrasta, precisa entender que ao se relacionar com um parceiro com filho, ele ou ela está escolhendo ficar SEMPRE, isso mesmo, SEMPRE em segundo lugar. O relacionamento entre todos vai cada dia se aproximar mais, cada um no seu grau e tempo. Porém, até lá você vai ter que engolir muito sapo e se envolver por completo.

Veja também: 14 Passos de Como Ser Mãe Com o Seu EX

Não existe mais ou menos ou meio termo quando você está se relacionando com alguém com filhos ou unido duas famílias. Você tem que se entregar por inteiro! – Meu namorado

blended_family

3)Todos os adultos envolvidos devem agir com maturidade

Todos os adultos devem tratar “exes” e atuais com respeito, gentileza e compaixão (mesmo quando você não quer fazer isso). Tudo na vida é uma escolha, e quando os adultos escolhem agir com maturidade tudo fica mais fácil para todos os lados. Sempre faça a sua parte.

familia

4)Criar uma família é trabalho para uma vida toda

Não importa qual o tipo de família você tem, o conjunto das pessoas e as pessoas que nela estão, está sempre mudando e o trabalho que manter uma família unida e feliz e contínuo. O truque é se dedicar sempre, tratar todos com 100% de respeito e muito carinho.

padrasto_cozinhando

5)Criar “tradições”para a sua familia irá aproximá-los 

Não importa se a ligação é de sangue ou não. Inevitavelmente, o convívio vai criar um elo entre as pessoas e quanto mais esse elo for de amor e momentos felizes, melhor. Portanto, a dica aqui é criar tradições únicas, só da sua família algo que todas gostem, inclua todo mundo e que faça vocês felizes. Não precisa ser nada complexo, mas algo que seja sempre repetido. Exemplo: fazer ovos de páscoa decorados, fazer um dia de caça ao tesouro ou até uma noite de mímica.

padrasto_pescando

6)Não tenha expectativas engessadas

Não adianta você tentar misturar duas famílias em um prazo, o resultado será só frustração. Os indivíduos irão se sentir como uma famílias no momento certo para cada um. Esperar que até um prazo X, todos estarão felizes cantando juntos é irreal ou pessimista, depende do seu relacionamento e dos envolvidos. O que importa é deixar as expectativas de lado e ir “dançando conforme a musica”. Respeitar o tempo do outro. Vai acontecer quando for para acontecer.

familia_correndo

7)Não busque a perfeição

Cada relacionamento é diferente. Alguns precisam de mais esforço, outros acontecem como mágica e outros ainda só ficam melhores depois de muitos anos. Uma família não é perfeita e tudo nunca estará tudo na mais perfeita ordem. Por isso, se esforça para fazer o melhor e relaxe.

family_love

8)Nunca se esqueça! Coisas realmente boas demandam trabalho e tempo

Tudo que é muito bom requer trabalho e não caí do céu. Por isso, quando o assunto é misturar duas famílias ou pessoas, cada uma com seu estilo, personalidade e história. O trabalho não é simples.Só saiba que um amor e um relacionamento carinhoso por escolha, como é o da madrasta e do padrasto, é algo que não tem preço.

Moral da história, aguente firme nos momentos difíceis. No fim, não tem nada que valha mais a pena do que a família tradicional, ou não.

Beijos, Bi

Inspiração: Huffpost Divorce

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *