Como diz um amigo meu: “Se cair uma bomba na Terra, só restarão as baratas e os idiotas.”
Este texto não se trata aqui de como reagir a um assalto, ou de sair por aí batendo nos outros sem qualquer motivo. Escrevo dizendo sobre aquilo que lhe é garantido constitucionalmente, o direito de se defender. Defender sua integridade, e mais especificamente neste caso, sua honra.

luta para mulheres

Não raro nos deparamos com situações em que nos encontramos com algum destes seres pouco pensantes. Histórias de encontros constrangedores e repugnantes proporcionados por estes, não são difíceis de se escutar por aí. Mulher tem que saber se defender sim!

defesa pessoalEsta mesma legislação lhe garante que esta defesa pode ser de uma agressão eminente, ou seja, que ainda não aconteceu mas está por vir. Para isso, o Jiu Jitsu não ajudaria tanto. É aí que entra o Muay Thai.

Esta Arte Marcial de origem tailandesa vem ganhando espaço nas academias do Brasil, graças aos seus excelentes resultados para perca de peso e boa forma em geral. Porém, para encontros desagradáveis como estes as aulas poderão ser muito úteis.

O Muay Thai é conhecido como a luta das oito armas. Utilizando socos, cotoveladas, chutes e joelhadas, já é possível imaginar o estrago que pode-se fazer em um homem desavisado.

Além disso, coisas como, girar bem o tronco, posicionar corretamente os pés e cerrar os punhos de forma correta vão te ajudar a obter o êxito desejado e também evitar de se lesionar ao golpear seu agressor. Afinal de contas, se é pra bater, que faça bem feito.

luta, Muay Thai, defesa pessoal

Com tanto anos de lutas, é incontável a quantidade de meninas que me vem à cabeça que podem fazer valer sua técnica sobre as forças dos homens. E sinceramente, daria um ótimo entretenimento vê-las em ação contra um dos tantos babacas que andam a solta por aí.

Abraço Murata

Bruno MurataBruno começou a treinar aos 11, iniciando pelo Kung Fu. É atleta profissional e treina diversas modalidades, como Jiu Jitsu, Boxe, Wrestling, Taekwondo e Muay Thai. Entre outros títulos, foi 7 vezes campeão paulista de Kickboxing e Campeão da Copa do Brasil de Full Contact. Bruno também participou do reality show The Ultimate Fighter (TUF), da Globo.

É professor desde os 15 anos, começando como instrutor de Kickboxing.

Formou-se em Economia pela PUC-SP, mas seguiu carreira como atleta, a grande paixão de sua vida.

Facebook: Bruno Murata e Instagram: brunomurata_07

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Uma Boa Arma Contra os Idiotas, Muay Thai
  1. Verena disse:

    Além de ser uma forma de proteção é super funcional e uma ótima atividade física. Recomendo demais!